28 de março de 2011

NECESSIDADE E SOCORRO

O homem sente fome.
Deus promove os recursos do pão.
O homem tem sede
Deus faz o jorro da fonte.
O homem padece fraqueza.
Deus dá-lhe força.
O homem adquire doença.
Deus institui o remédio.
O homem sofre desequilíbrio.
Deus estabelece o reajuste.
O homem chora em desespero.
Deus suscita a consolação
O homem se desvaira em pessimismo.
Deus restaura a esperança.
O homem cai na sombra da ignorância.
Deus acende a luz instrução.
Entretanto, Deus criou a liberdade de
consciência, com a responsabilidade,
traçando o merecimento de cada um.
É assim que, entre a necessidade humana
e o socorro divino, permanece a vontade
do homem, que é plenamente livre para
aceitar ou não o auxílio de Deus.(Gotas de Paz)

24 de março de 2011

RESPEITAR O LIVRE ARBÍTRIO

Podemos opinar, aconselhar, sugerir,
apontar as possíveis conseqüências,
de uma atitude a alguém,
mas se essa pessoa está decidida,
a efetivar ou não tal ato... paciência.
A teimosia é uma espécie de avesso do bom-senso,
e da humildade, e a maioria dos teimosos,
não se deixa convencer, não porque realmente,
não compreenda ou não enxergue o erro,
mas por orgulho e amor próprio,
coisas que na essência se equivalem.
Levar o cavalo até a fonte é isso.
É chamar a atenção de alguém,
para coisas que talvez ela não tenha percebido ainda,
mas que pode evitar.
No entanto, sempre existirá a possibilidade,
de ela não aceitar ponderações de qualquer tipo,
e preferir ficar com suas posições,
mesmo que evidentemente errôneas.
Nesses casos nada nos cabe fazer,
a não ser respeitar o livre-arbítrio da pessoa,
ciente de que cada um deverá colher,
exatamente aquilo que plantou.!!!(Gotas de Paz)

PAZ ÍNTIMA

"Com que tipo de informações você alimenta o seu arquivo mental? Se ainda não havia pensado nisso, vale a pena meditar sobre o assunto, pois é de sua bagagem mental que depende a sua paz íntima.
Talvez isso lhe pareça sem importância mas, na verdade, de tudo isso dependem as suas atitudes, as suas emoções, a sua vida. Como você é o que pensa e sente, todas as suas reações dependem das informações que acumula no dia-a-dia. Se costuma guardar sempre a parte boa, positiva, nobre, quando alguma situação lhe toma de assalto, irá agir com lucidez, tranqüilidade e nobreza. Mas, se ao contrário, procura alimentar sua mente com as desgraças, os fatos negativos, os desequilíbrios e as desarmonias humanas, terá uma reação correspondente ao seu ambiente mental.
Assim, se você deseja manter, em qualquer situação, a harmonia íntima, é saudável buscar alimentação condizente com seus propósitos. Não faça de seus arquivos mentais uma lixeira. Busque deter-se nas melhores imagens que compõem a paisagem por onde passa. Pense que os problemas existem.
Mas considere também que, se você não pode mudar uma situação, não há motivo para carregá-la em seu arquivo mental.
Ao levantar-se pela manhã, olhe à sua volta procurando o que tem de melhor. Observe o amanhecer, as cores que a natureza traz, as paisagens que o dia lhe oferece. Contemple a lua, mesmo sabendo que sob o luar existe a violência, a injustiça, a dor... Admire o pôr do sol ainda que tema os perigos que surgem com a escuridão. Observe com atenção o inverno, mesmo que a paisagem não lhe pareça agradável, pois é a vida que dorme para surgir, ainda mais exuberante, com a primavera. Detenha-se um pouco para observar o sorriso de uma criança, mesmo que o descaso com a infância seja uma realidade. Agindo assim, ao final de cada dia você terá uma boa razão para agradecer pelas oportunidades vividas.
A sua vida íntima é alimentada, basicamente, por tudo aquilo que você mais valoriza. Assim, se deseja nutrir a esperança, alimente a sua intimidade com os valores nobres. E se você quer construir a paz, enalteça-a com o alimento correspondente, escolhendo sempre a parte boa de tudo o que o rodeia." (Gotas de Paz)

19 de março de 2011

TRANSFORMAÇÃO EM NÓS

É incrível como um pequeno gesto de nossa parte pode trazer mudanças significativas na vida de alguém ou de muitas pessoas.
Ás vezes um simples gesto, uma palavra, um sorriso nosso, pode devolver a alguém a esperança perdida, o ânimo e a coragem de prosseguir na grande jornada da vida.
Temos sempre em mente aquele pensamento pequeno de que somente os grandes feitos podem causar mudanças e tornar-se visível aos olhos dos outros.
É um grande equívoco esse tipo de pensamento, pois nos impede muitas vezes de praticarmos o bem aos outros e a nós mesmos.
Tenhamos em mente que cada um de nós faz parte desse todo que é o Universo, e, que cada um tem a sua parcela a cumprir, para que um dia possamos viver num mundo melhor!
Lembremo-nos de que é a somatória das pequenas atitudes que trazem as grandes mudanças.
Procuremos olhar mais ao nosso redor e veremos quantas oportunidades nos são dadas a todos os instantes, para ajudarmos a transformar a vida, dos nossos irmãos e a nossa própria vida.
Então, que tal começarmos essa transformação, pelas pequenas coisas, a começar por nós mesmos?(Gotas de Paz)

EVANGELHO NO LAR

1º - Estudar o Evangelho à luz da Doutrina Espírita,
a qual possibilita compreendê-lo em “espírito e verdade”,
facilitando, assim,
pautar nossas vidas segundo os ensinamentos do Mestre.
2º - Criar em todos os lares o hábito salutar,
de reuniões evangélicas, para que estas despertem,
e acentuem o sentimento de fraternidade,
que deve existir em cada criatura.
3º - Oferecer momentos de paz e de compreensão;
unir mais as criaturas,
proporcionando-lhes uma vivência mais tranqüila.
4º - Tornar o Evangelho melhor compreendido,
sentido e exemplificado.
5º - Higienizar o lar pelos nossos pensamentos,
e sentimentos elevados,
permitindo assim mais influência dos Mensageiros do Bem.
6º - Ampliar o conhecimento literal,
e espiritual do Evangelho, para oferecê-lo,
com maior segurança a outras criaturas,
e na própria renovação espiritual dos participantes.
7º - Facilitar, no lar e fora dele,
o amparo necessário para enfrentar,
as dificuldades materiais e espirituais,
mantendo operantes os princípios da oração e da vigilância.
8º - Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar,
a fim de que ajudem, com mais eficiência,
o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor.

11 de março de 2011

PRECE A BEZERRA DE MENEZES

Nós Te rogamos, Pai de infinita bondade e justiça,
as bênçãos de Jesus Cristo,
através do Espírito Bezerra de Menezes,
e sua legião de companheiros.
Que eles nos assistam, Senhor, consolando os aflitos,
curando os que se tornem merecedores,
confortando aqueles que têm provas e expiações por passar,
esclarecendo aos que desejam obter conhecimento espiritual,
e assistindo a todos os que apelem para o Teu infinito amor.
Jesus, divino portador da graça e da verdade,
estende tuas mãos dadivosas em socorro,
daqueles que te reconhecem como despenseiro fiel e prudente.
Seja o nosso divino modelo,
através de tuas legiões consoladoras,
de teus santos espíritos, a fim de que a fé se eleve,
a esperança aumente, a bondade se expanda,
e o amor triunfe sobre todas as coisas.
Bezerra de Menezes, apóstolo do bem e da paz,
amigo dos humildes e dos enfermos,
movimenta as tuas falanges amigas em benefício daqueles,
que sofrem males físicos ou espirituais.
Bons espíritos, dignos obreiros do Senhor,
derramai as virtudes e as curas sobre a humanidade sofredora,
a fim de que as criaturas se tornem amigas da paz,
e do discernimento, da harmonia e do perdão,
semeando pelo mundo os divinos exemplos de Jesus Cristo.

MOMENTOS

Quantas vezes, nos vemos num mar de confusões...
Nos deixando ser massacrados por nossa própria
Condenação...
Esquecendo dos momentos de emoção!
Somos envoltos por problemas e rotinas...
Que nos fazem esquecer das maravilhas da vida...
Para que sofrer?
Se na verdade é tão simples ser feliz...
Apenas os momentos que nos é dado ...
São aqueles que nós devemos guardar...
E esse momento é agora!
Agora , devemos amar...
Agora , devemos lutar...
Agora , devemos perseverar...
O momento de ser feliz é agora!!!(Gotas de Paz)

LAÇOS DE FAMÍLIA

Quando um Espírito escolhe uma família para reencarnar,
ele geralmente procura a que contém Espíritos simpáticos a ele,
com as mesmas afinidades nos sentimentos,
nos pensamentos e nas ações para, assim,
viver junto com os afetos e amigos de existências passadas.
Mas, muitas vezes, um Espírito pode escolher,
por necessidade espiritual, renascer entre Espíritos,
estranhos entre si, ou mesmo que estejam ligados a ele,
por antipatias e inimizades de vidas passadas.
Nessa busca do entrosamento espiritual numa mesma família,
pode acontecer que eles se repilam naturalmente,
e que não consigam demonstrar a menor afinidade entre si.
Dessa forma, os laços consan- güíneos,
não conseguem esta-belecer os laços espirituais.
Por isso, Allan Kardec nos ensinou: “Há dois tipos de famílias:
as famílias pelos laços espirituais,
e as famílias pelos laços corporais.
As primeiras, duráveis, fortalecem-se pela depuração,
e se perpetuam no mundo dos Espíritos,
através das diversas migrações da alma.
As segundas, frágeis como a matéria,
extinguem-se com o tempo e, muitas vezes, (Gotas de Paz)

6 de março de 2011

TRAVESSIA

Podemos fazer nossa travessia pela vida de várias formas...
Felizes e agradecidos pelas dádivas do Criador, ou
Infelizes porque não somos capazes,
de ouvir as suas súplicas para que voltemos ao caminho do bem...
Escolhemos nossos caminhos, nos utilizamos de nosso livre arbítrio,
e prosseguimos conforme queremos...
Veja como está a sua travessia,
se o seu egoísmo e orgulho estão prevalecendo...
Faça uma reflexão do quanto você está parado,
diante dos ensinamentos do Criador...
Procure rever suas atitudes e pensamentos,
e sinta que o caminho a ser seguido é um só,
não há vielas nem tão pouco curvas...
O caminho nos colocado a frente é sempre reto,
e cheio de surpresas para nossa melhora interior...
No decorrer de sua travessia pedras há de encontrar,
mas se tiver fé e perseverança haverá de vencê-las todas,
sem exceção por isso paute em sua travessia o seu objetivo maior...
Vencer as provas e não sucumbir a elas...
A força de vontade e o poder da sua fé,
farão de você um grande vencedor na linha de chegada.(Gotas de Paz)

SEJA O QUE DEUS QUIZER

Quantas vezes usamos esta expressão,
para demonstrar nossa absoluta fé e confiança em Deus.
No entanto, é preciso reconhecer que, para muita gente,
ela não passa de um hábito,
pois é dita mecanicamente quando alguém,
se vê impossibilitado de mudar o rumo das coisas,
ao seu modo e gosto pessoal.
É bom que tenhamos consciência do peso desta expressão,
tão desgastada pelo mau uso e pelo abuso.
“Seja o que Deus quiser” deve representar um sentimento,
de entrega ao Criador e provedor de todas as coisas,
porque reconhecemos nossas limitações e imperfeições,
na certeza de que o Pai dará o melhor encaminhamento,
àquilo que não podemos executar a contento.
É sentimento de confiança consciente na divindade,
e não uma espécie de senha,
ou expressão para encerramento de conversa.